Pesquise para saber mais sobre produtos e soluções da InterSystems, oportunidades de carreira e muito mais. Os resultados incluem conteúdos da nossa comunidade de desenvolvedores, documentação de produtos e sites de educação, além de InterSystems.com.

O imperativo da gestão de riscos e conformidade regulatória

TABB Group

O imperativo da gestão de riscos e conformidade regulatória

https://www.intersystems.com/isc-resources/wp-content/uploads/sites/24/Tabb_note-thumb-232x300.jpg

Os órgãos reguladores aprimoraram os requisitos para dados

As funções de gestão de riscos e conformidade regulatória fizeram as empresas priorizar investimentos no gerenciamento de dados eficaz ao longo da última década. Não só a indústria presenciou algumas das maiores multas da história relacionadas a dados aplicadas a membros do do mercado financeiro, mas os órgãos reguladores também têm aumentado seus investimentos em tecnologias de dados.

Os órgãos reguladores mundiais agora estão mais bem posicionados para questionar tudo, desde os dados por trás de relatórios regulamentares aos números usados como base para cálculos de gestão de risco. Para este propósito, a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) criou uma Divisão de Dados especializada em outubro de 2020 e nomeou o seu próprio diretor de dados (CDO) para apoiar melhor os seus esforços de analytics e investigação de dados. Em novembro de 2020, a European Securities and Markets Authority (ESMA) indicou que a qualidade dos dados é uma de suas prioridades de supervisão estratégica para 2021 e além.

"Fazer progresso na melhoria da qualidade dos dados é importante para os investidores, participantes do mercado e órgãos reguladores, já que dados confiáveis e oportunos são necessários para prevenir e detectar os abusos do mercado, garantir a transparência em cálculos e identificar aumentos de de riscos sistêmicos e de contraparte em jurisdições". ESMA, novembro de 2020

A prova da melhoria nos recursos dos órgãos reguladores está na maior rigidez aplicada contra infrações de qualidade de dados por instituições financeiras ao longo dos últimos 18 meses. Por exemplo, o Office of the Comptroller of the Currency (OCC) multou o Citigroup em US$ 400 milhões no início de outubro de 2020 por deficiências identificadas nos controles internos, na gestão de riscos, gestão de compliance e governança de dados por toda a empresa. O OCC também emitiu uma ordem de cessação e desistência, exigindo que o banco melhore as funções identificadas como aquém na análise, incluindo a melhoria da gestão da qualidade dos dados e os processos de governança de dados. Além disso, o Federal Reserve Board abriu uma ação relacionada contra a empresa holding do banco, determinando que ações corretivas fossem realizadas, incluindo:

[callout_box align="center" width="75%"]

uma descrição de como o programa de gestão da qualidade de dados deve operar quando totalmente implementado e eficaz (o "estado final"), incluindo como o Citigroup pretende demonstrar que o estado final do programa produz dados oportunos e precisos para tomadas de decisões e elaboração de relatórios, e como o estado final será mantido de forma contínua sob uma variedade de circunstâncias".
Decisão da Federal Reserve Board dos EUA, outubro de 2020

[/callout_box]

A magnitude da multa e as ações corretivas obrigatórias são apenas um exemplo de porque muitas grandes instituições financeiras estão preocupadas com a sua abordagem de risco e conformidade de dados. Multas são apenas a parte mais visível do impacto das ações regulatórias; o impacto negativo na reputação e potencial impacto nos clientes e acionistas também devem ser considerados. A cobertura negativa da imprensa relacionada a falhas de compliance ou gerenciamento de risco pode causar uma queda nos preços das ações e resultar em conversas difíceis com os clientes atuais, bem como a perda de potenciais clientes para os concorrentes.

O cerne do desafio dos dados

Funções como gestão de riscos e prestação de contas para órgãos regulatórios dependem de dados de alta qualidade de múltiplas fontes por toda a empresa. A complexidade do gerenciamento de dados em vários silos e sistemas a jusante não é nenhum exagero. Conforme as empresas cresceram, o mesmo aconteceu com seus dados e déficit tecnológico: cada fusão ou aquisição, cada nova linha de negócios aumenta a complexidade. Haverá sempre mais uma fusão, aquisição, mudança estratégica ou um desafio regulatório à frente que vai criar mais um silo. Gestores de dados devem atuar como árbitros da verdade no campo dos dados e garantir que os requisitos de dados de compliance e gestão de riscos estejam sendo devidamente atendidos. Os dados não devem apenas ser limpos, precisos e atuais, também devem ser adequados ao seu propósito e sua linhagem e procedência deve ser clara. Se um órgão regulador aparecer, os executivos de alto escalão precisam ser capazes de responder a perguntas sobre itens de dados específicos, em um nível granular.

O ritmo de criação de dados aumentou significativamente conforme mais processos tornaram-se digitais e as empresas começaram a expandir seus horizontes, principalmente com o uso de conjuntos de dados não estruturados. Os gestores de dados precisam de esforçar para gerenciar esse crescente volume de dados para garantir que as obrigações regulatórias e de riscos sejam cumpridas, mesmo que as prioridades e exigências mudem a cada mês. Eles precisam descobrir como fazer mais com menos recursos para gerenciar um volume de dados cada vez maior.

Validar, verificar e garantir a precisão dos dados é uma tarefa difícil para as empresas. Essa é uma área na qual a tecnologia pode ser um entrave ou uma vantagem.

Desenvolvimento de uma estratégia de dados defensiva

Em vez de ser forçado a mudar por órgãos regulatórios e penalidades, as empresas podem proativamente prevenir problemas de qualidade de dados, investindo em tecnologias para mantê-los em conformidade e à frente da curva de forma competitiva. A maioria dos executivos de alto escalão reconhece que as equipes de TI estão sobrecarregadas com iniciativas inovadoras e de geração de receita, além daquelas de rotina, o que significa que construir novas soluções do zero é bastante desafiador. Cada mudança nos requisitos de conformidade ou nas práticas de gerenciamento de risco do mercado significa um aumento da carga de trabalho das equipes de TI para construir sistemas personalizados.

Ao invés de descartar e substituir a tecnologia existente, as empresas com um olhar no futuro estão incorporando tecnologias modernas de gerenciamento inteligente de dados que abordam esses principais desafios e permitem que atinjam os objetivos de conformidade e gestão de riscos. A introdução de uma camada de dados integrada e consistente, ou uma Data Fabric, pelas diversas tecnologias e silos de dados de uma empresa pode unificar dados de toda a organização, fornecer uma camada semântica unificada, facilitar consultas em tempo real para relatórios regulatórios ou investigações ad-hoc e possibilitar o rastreamento preciso da linhagem dos dados. Isso fornece a capacidade de não só de atender aos requisitos regulatórios de prestação de contas, mas também de geração de relatórios de liquidez, modelos de relatórios de gestão de riscos e os requisitos de geração de relatórios de riscos, além de complementar a arquitetura tecnológica existente da empresa e os ativos de dados. Além do suporte para estes aspectos práticos do mercado atual, também proporciona às empresas agilidade para adaptar-se a requisitos regulatórios e comerciais futuros. Um outro benefício é que esse tipo de camada permite que os executivos distribuam mais facilmente as cargas de trabalho entre um conjunto mais amplo de indivíduos, separando as diferentes responsabilidades.

O foco global na governança colocou uma maior ênfase na responsabilidade dos executivos de alto escalão com compliance e os desfechos da gestão de riscos, o que significa que nunca houve tanta pressão nesses líderes para que sejam capazes de explicar e defender a abordagem da empresa para atender aos requisitos funcionais e regulatórios.

Como mencionado anteriormente, haverá sempre uma exigência regulatória nova, e os silos de dados e o déficit tecnológico continuarão a ser algo natural. As empresas não podem esperar ações regulatórias para dar atenção ao que está no centro dos desafios relacionados a dados que afligem o suporte para compliance regulatório e de risco. Uma defesa proativa contra esses problemas garantirá uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes mais lentos, enquanto também atende aos inúmeros requisitos regulatórios da indústria, que estão em constante mudança.
SAIBA MAIS SOBRE SMART DATA FABRICS

Este artigo foi patrocinado por uma parceria com a InterSystems

Tabb Group Logo

Sobre o TABB Group:
O TABB Group é uma empresa de pesquisas de mercados financeiros e consultoria estratégica focada exclusivamente nos mercados de capitais. Fundada em 2003 com base na metodologia do conhecimento de primeira pessoa, o TABB Group analisa e quantifica a cadeia de valor de investimentos, desde o fiduciário, gestor de investimentos e o corretor, até o câmbio e o depositário. Nosso objetivo é ajudar os líderes de negócios sêniores a entender melhor os problemas e as tendências do mercado financeiro para que possam aprimorar seus negócios. A imprensa cita membros do TABB Group com frequência, e é comum que analistas palestrem em conferências e encontros do setor. Para mais informações sobre o TABB Group, visite www.tabbgroup.com

TÓPICOS RELACIONADOS

Outros Recursos Que Você Pode Desfrutar